+5593 3527-1230 (Fixo/Oi)   +5593 99131-7677 (Mobile/Vivo)   +5593 98412-9043 (Mobile/Claro)

As Lendas

As lendas, de uma forma ou de outra, contribuem em muito na formação de um povo, sua cultura e sua vida social. Os povos da Amazônia vivem sua rica cultura no seu dia a dia, bem como em suas celebrações.

Na vila de Alter do chão, o Festival Borarí (em julho) e o Sairé (em Setembro) são dois exemplos dos aspectos culturais manifestados festivamente e com todo o esplendor, magia e imaginação extraídas das maravilhosas lendas que cercam esta cultura.

Vamos neste artigo nos ater às Lendas, deixando as festividades para um próximo encontro, pois não há pouco o que se falar e mostrar sobre ambas.

Das diversas lendas passadas de uma geração para a outra, na região como um todo, as principais são:

Leia mais...

O Artesanato

A CULTURA de um povo, um contexto complexo de crenças, comportamentos sociais, valores, manifestações artísticas, em Santarém materializada nas músicas, na culinária, nas evoluções dos botos Tucuxi e Cor de Rosa, tem reconhecimento também, agora oficialmente, através das cuias pintadas e nos artefatos da cerâmica tapajônica, obras de artistas anônimos, porém não menos valiosas, sedimentando e fortalecendo a identidade do povo desta região.

Leia mais...

Os Borarís

BORARI é o povo indígena que habita as margens dos rios Tapajós e Maró-Arapiuns no oeste do estado do Pará.

Depois da Missão de Nossa Senhora da Saúde pelo Padre Jesuíta Manuel Ferreira em 1738, o povo ficou dividido e consequentemente enfraquecido, pois passaram a habitar duas localidades. Uma delas no lugar onde hoje se encontra a Vila de Alter-do-chão, distrito do município de Santarém e a outra parte migrou para as margens do rio Maró-Arapiuns. Atualmente os Borari contam

Leia mais...